,

Como saber se uma roupa é cara ou barata?

janeiro 07, 2020


COMO SABER SE UMA ROUPA É CARA OU BARATA ANA DO DIA ANADODIA MODA ECONOMICA

      O conceito de caro e barato muda muito de pessoa para pessoa.  O que é caro pra mim, pode ser muito barato pra você. Mas sera que existe alguma conta, alguma régua ou algum modelo que a gente possa seguir e entender quando uma peça realmente valha a pena?

Quer mais dicas como essas? Então me segue lá no Instagram @anadodia! Todos os dias temos dicas rápidas para você se vestir bem, pagando pouco! 


Leia também:

Como saber se uma roupa é cara ou barata?

     Na hora em que você encontra uma peça e que se apaixona na loja, qual o primeiro pensamento que passa pela sua cabeça? Eu aposto que você já tem em mente aquela festa incrível. Mas e depois? Como saber se a vida útil dessa peça vai valer o seu investimento? Em primeiro lugar, ao se deparar com uma peça que você gostou muito faça uma conta básica: quantas vezes vou usar aquela peça? Uma vez só? Duas? 50? Então você divide o valor da peça pela quantidade de vezes que você acha que vai usar. O resultado é o custo real.

     Por exemplo, uma jaqueta preta básica custa em média R$250 em uma fast fashon. No ano passado eu devo ter usado minha jaqueta preta por volta de 100 vezes ou mais, sem brincadeira. Então eu faço 250 dividido por 100. A minha jaqueta preta me custou R$2,50 o uso.

     Agora uma peça que é tendência no momento ou que tem uma cor e estampa muito chamativa já tem um número de usos muito menor do que a peça básica. Vamos supor que uma camisa amarela custe R$100, mas que você só vai usar 6 vezes no ano. 100 dividido por 6 dá R$16,60, comparado ao valor da jaqueta isso me parece bastante caro.

     Então quando você for comprar uma roupa nova, avalie o real custo dela. E então decida se aquilo pra você é barato ou caro.

     É por isso que as vezes comprar várias roupas baratinhas compensa mais do que uma só que seja muito cara, e vice e versa. É possível encontrar roupa boa e barata, e aí do ponto de vista econômico acaba compensando. Mas vou te lembrar que não é nada sustentável tratar roupa de forma descartável, mesmo se ela for baratíssima. Então aí e uma questão de escolha sua.

     É claro que existem casos e casos, por exemplo, um vestido caro mas que é para um evento específico, como um casamento, por exemplo. Ou roupa para o trabalho, ou ainda uma roupa que tenha um valor especial pra você. Ou seja, tudo deve ser avaliado de acordo com o seu gosto, condição financeira e rotina.

     No mais, aqui seguem algumas perguntas rápidas para fazer antes de passar o cartão e efetivar a compra:
  • O custo da peça vai compensar?
  • É de qualidade ou é vagabunda e vai rasgar nos primeiros usos?
  • É diferente de tudo o que tenho em casa?
  • Eu tenho algo que orne no meu armário?
  • Minha rotina me permite utilizar a peça muitas vezes?
     Se a resposta para todas as questões for "SIM" então vai fundo e parabéns pela nova compra ♥

     Se preferir, esse post está disponível em versão vídeo também!


Você também vai gostar

0 comentários

Obrigada pela visita!
Já que chegou até aqui, deixe seu comentário e me conta o que você achou do post! ♥

ASSINE A NEWSLETTER

E conheça outras dicas para gastar menos e se vestir melhor

Popular Posts

Pinterest

Facebook